Enxaqueca

Fique livre da enxaqueca por meio de cirurgia

Cerca de  15% da população brasileira, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) sofre com enxaqueca e ela é uma das doenças mais incapacitantes que acometem o ser humano. A dor de cabeça afeta geralmente apenas um dos lados, é de natureza pulsátil e dura entre 2 e 72 horas.

Acredita-se que as enxaquecas sejam causadas por uma combinação de fatores ambientais e genéticos e cerca de dois terços dos casos são familiares.

O tratamento inicial recomendado envolve simples analgésicos para as dores de cabeça, antieméticos para as náuseas e evitar a exposição a fatores desencadeantes.

Mas poucas pessoas conhecem a cirurgia que tem grandes índices de sucesso, com diminuição da intensidade das crises e a frequência  delas.

 

Cirurgia acaba com a doença

Existe uma técnica que é realizada com anestesia geral e com internação de um dia, apenas. Trata-se de um  procedimento minimamente invasivo que secciona pequenos músculos localizados em determinadas partes do crânio.

Com apenas uma incisão de poucos centímetros e o uso de um endoscópio particular, é possível estimular e descomprimir os nervos que são gatilhos para as crises de enxaqueca.

O percentual de desaparecimento dos sintomas ou diminuição importante da frequência é de, aproximadamente, 90% nos pacientes tratados.

 

Quem pode operar

 Qualquer paciente que receba o diagnóstico da doença e que manifeste duas ou mais crises por mês.

Quer saber mais? Acesse mande uma mensagem para nossos especialistas

 

 

 

 

“Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *